Postado em 03 de Julho de 2015 às 14h51

Programa de Adoção de Praças ganha novos pontos

Turismo (35)

Essa semana novos pontos foram incluídos no Programa de Adoção de Praças (PAP) em Barra Velha e agora já somam oito espaços disponíveis, em um total de doze. Através desse projeto a Prefeitura de Barra Velha coloca à disposição das entidades, da iniciativa privada e da sociedade civil, termos de cooperação a fim de promover melhorias urbanas e paisagísticas mediante adoção de praças, parques, jardins, canteiros, áreas verdes e demais espaços públicos.

Um fato que não se discute é o de que a arborização urbana contribui para a melhoria do aspecto estético das cidades. Mas, em verdade, diversas são as vantagens de se ter uma cidade arborizada. E o empresariado da cidade já os percebeu. Desde a sua criação, o programa tem despertado interesse no setor, o qual vem fazendo um rodízio na adoção dos espaços. Ao transitar pela cidade já é possível avistar rótulas mais coloridas e arborizadas. 

“A iniciativa deste programa visa exclusivamente permitir que tanto cidadãos como empresas passem a cuidar de praças ou áreas verdes do município de Barra Velha, contribuindo com exemplos de cidadania e responsabilidade social,” destacou Thiago Pinheiro, Presidente da Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura. Segundo ele, a iniciativa facilita o processo tendo em vista que no meio governamental seria necessário fazer licitação. 

Em contrapartida, é permitido que as empresas participantes tenham seus logotipos estampados nestes locais, em placas de tamanho definido, com o slogan: Esta praça/área verde é adotada pela empresa X.

A partir de agora os moradores do bairro Jardim Icaraí, o qual é cortado pela Avenida Thiago Aguiar, já podem adotar os canteiros em frente a sua casa. “É uma opção de embelezar o bairro com custos reduzidos, pois o valor pode ser dividido por quatro moradores que tem o canteiro em frente à casa,” avalia Thiago. 

Segundo ele, o interessado deve apresentar ao Setor de Desenvolvimento Urbano, da Secretaria Municipal de Planejamento, ou a Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura uma carta de intenção, de acordo com o modelo disponível nesses dois setores. O documento deve vir em um envelope lacrado contendo informações do local de interesse da adoção, bem como da documentação necessária. A partir disso, o munícipe aguarda ser chamado para assinar o Termo de Cooperação.




Mais Informações
Alan Willian
Assessor de Imprensa da Fumtec

  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -
  • Barra Velha -

Veja também

Agência Nacional de Saúde dá dicas para prevenir a reprodução do Aedes Aegypti24/01Mosquito é transmissor de doenças como febre amarela, dengue, zika e chikungunya Com a chegada do verão e a elevação da temperatura é comum o aumento na quantidade de insetos nas residências. Entre os mais conhecidos e temidos está o Aedes Aegypti, transmissor de diversas doenças. O mosquito costuma viver dentro de casa e perto do homem. Com uma rotina diurna, ele se alimenta de sangue humano entre o amanhecer e entardecer. Sua......
Associação de Moradores promove cinema ao ar livre01/11/17Evento acontece no Bairro Quinta dos Açorianos A Associação de Moradores do Bairro Quinta dos Açorianos com o apoio da Secretaria de Assistência Social vai promover o 1º cinema ao ar livre. O filme será exibido no próximo sábado (4), às 19h30, na......
MORRO DO CRISTO É REVITALIZADO22/12/17 O Morro do Cristo fica localizado no centro da cidade, possui 40 metros de altura e possui em seu topo uma réplica do Cristo Redentor. Do alto pode-se avistar parte da cidade, a lagoa e a maioria das praias. O ponto turístico é sem......

Voltar para (Novidades de Barra Velha)